Compartilhando pesquisas e experiências sobre Fotografia

Semana passada alguns amigos que estão começando a sua vida profissional na fotografia me procuraram pedindo algumas dicas sobre como ingressar nesse mercado da fotografia e foi um pouco complicado responder porque mesmo eu que comecei a mais tempo do que eles (2007), ainda tenho meses apertados com ansiedade a mil.

E durante todo esse tempo, sempre que eu passava por esses momentos de ansiedade, batia aquele desesperos, com contas para pagar, família cobrando e sua a mil por hora sem saber qual seria o próximo passo. Aprendi muito com isso, levei muito não, recebi muitos emails que diziam “deixe para a próxima” (ainda hoje recebo), calote, assim como tive ótimos clientes que até hoje me ensinam bastante.

Então, para ajudar meus amigos e os demais principiantes da área, fiz uma análise de minha pequena e humilde trajetória para montar uma pequena lista do que fazer e do que não fazer. É basicamente uma lista dos meus erros e dos meus acertos.

fotografia-segredo-sucesso-no-temnafotografia-por-helosaaraujo

Vendendo o peixe!

Cuidado quando for fazer propaganda do seu trabalho. Apareça, mas seja discreto. Ninguém gosta de fotógrafos (as) incovenientes. Apesar de algumas vezes o cliente não saber o que ele quer, ele sempre sabe o que ele não quer, e uma propaganda mal feita ou invasiva pode acabar com a sua imagem.

Dica: Mande emails para possíveis clientes com uma foto bastante significativa (esteja ciente de que a imagem condiz com o seu público, perceber o público é uma peça fundamental nesta fase).

Organize-se!

Já falamos sobre isso quando falamos sobre a profissão Freelancer!  Quando somos nosso próprio chefe devemos nos organizar em dobro. Para seguir essa profissão não é comprar uma boa câmera e seguir seu rumo. Os estudos e técnicas devem se aperfeiçoar.

Costumo dizer que no meu tempo livre, eu trabalho, por que quando não estou editando uma foto para entregar para meu cliente, eu estou aditando uma foto para treinar uma nova técnica, ou estudando sobre algum novo estilo que se lançou.

E para que tudo dê certo é preciso organização, horários e regras. Hora para começar, hora para almoçar e sem hora para terminar.

Observe tudo ao seu redor!

Se você chegou no nível em que tudo o que está ao seu redor passa a ser enquadrado, bom trabalho, você está praticando muito fotografia. Quando não estiver com a sua câmera a tira colo, continue produzindo fotografias mentais, imaginando como seria, qual ângulo seria, como ficaria a iluminação e abertura de cada ponto de observação seu.

Lembre-se que tudo depende do modo como pensa e como você enxerga o mundo.

Lidando com o cliente!

Em todos esses anos tive apenas uma discussão com um cliente. O que me ensinou bastante. Procure ser claro nos seus objetivos, prazos e preços desde o início, não deixe nada para ser dito depois, se for necessário, monte contratos que lhe dê segurança. Peça sempre os 50% do pagamento no dia da produção. Combine tudo com antecedência (horários, locação e detalhes), se possível, faça algumas visitas no local antes das fotos. Seja educado, ético e comprometido, assim, seu cliente jamais o deixará!

Quando amamos o que fazemos, dominamos o mundo! 

Tenha uma ótima semana! 😉

Advertisements

O você acha disso?

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: