Compartilhando pesquisas e experiências sobre Fotografia

Muito provavelmente quando você leu o título dessa postagem você pensou “Mas e essa marca ainda exite?”. Poisé, existe, mas não tem mais tanta força no mercado como na época de nossos pais.

Yashica, assim como a maioria das câmeras, foi criada no Japão na cidade de Nagano, mais precisamente em 1949. Era uma pequena empresa, com poucos recursos, poucos funcionários (oito) e muita pouca verba. A Yashica começa com o foco nos relógios, o que não durou muito tempo, já em 1953, apenas quatro anos depois, produziram a primeira câmera que foi batizada com o nome Yashimaflex.  A câmera era diferente das câmeras produzidas na época, sem a pretenção em ser um produto profissional, era tida como uma TLR que usava filmes de médio formato.

Ao mesmo tempo que se produziam câmeras pela Yashica, era produzido lentes pelas Obras Tomika Ópticos, o que gera uma grande parceria e projetos que resultam em boas histórias.

O sucesso foi tão grande (parece que todas as marcas que surgiam ganhavam fama rápido pela situação em que se encotrava a sociedade, existia uma necessidade de documentar o dia-a-dia e a ideia do registro se fixou rapidamente nas pessoas) que a Yashica fundou a Yashima Yashica para cuidar do marketing da emprensa nos Estados Unidos em New York. E assim,
com essa expansão da marca do Oriente pro Ocidente, a medida em as câmeras eram lançadas o mercado se abria cada vez mais. O universo conspirou, até que chegamos a Pentamatic Yashica, SLR em 35mm, obturador automático e lentes intercambiáveis, tudo isso em 1959. Era tudo o que a sociedade precisava, não acha?

E depois dessa câmera, precisamente que a evolução na marca se destacou, mas como não se tratava de uma empresa bem administrada, investindo em nomes que faliram, e se focando em um só produto. A demanda diminui, e faz a Yashica mudar o conceito da marca, mudando também os modelos dos produtos, lançando umas três câmeras consecutivas até chegar na câmera mais famosa da marca, a 35 Electro.

Chegando a vender mais de 8 milhões de unidades, a 35 Electro ainda é comentada até na história das marcas e câmeras por todos os lados que fomos pesquisar. E dela saiu a TL Electro-x, Electro 35 GSN, câmeras que ajudaram a expandir  o mercado internacional da marca.

O que ainda não falei é que a Yashica foi uma marca que trabalhou com a Contax (relacionamento entre empresa e clientes), portanto todos os produtos ou mudanças na empresas tinham que passar por esses tipos de serviços. Se isso foi uma coisa positiva, ou negativas, acho que nunca vamos saber, mas que possivelmente as coisas teriam sido diferentes, isso sim.

Depois do sucesso “Electro” vem o sucesso “FX”, câmeras SLRs, barateadas, atomáticas ou manuais, de montagem simples e do jeito que todos queriam (câmera barata e fácil de usar).

Yashica hoje ainda é produzida, ainda existem equipamentos e acessórios sendo vendidos por aí que carregam essa nome. A marca foi vendida pela Kyocera para para Datum JNC. Em Hong Kong. Todos os direitos da empresa, incluindo produtos e serviços agora pertecem a essa subsidiária.

Claro que não é um final feliz, mal ouvimos falar na marca hoje em dia, nem propagandas, nem nada. O bom é conhecer mais da história de quem de dedicou a fotografia.

Site Oficial Yashica

Anúncios

O você acha disso?

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: